quarta-feira, 11 de setembro de 2013

BOLA MURCHA - III CAMPEONATO REGIONAL- LOTE 14

BOLA MURCHA - III CAMPEONATO REGIONAL- LOTE 14 Durante o III Campeonato Regional de Futebol de Campo do Município de Frei Rogério, que acontece na comunidade de Lote 14, uma figura se destacou no jogo entre Taquaruçu X Lote 14.(Para tirar sua dúvida confira o lance no vídeo)O nome do personagem é Cid, meia-atacante da equipe do Lote 14. Como é que pode um atleta fazer uma coisa dessa. Esse lanche foi mandado para o Programa do Fantástico da Rede Globo, no quadro "Bola Murcha" apresentado por Tadeu Schmidt. Esperamos que selecione essa jogada para o gaudério ficar famoso e assim, depois do azar, o sucesso!!!
video

Programação da 5ª Semana Social Brasileira Taquaruçu de Cima/Fraiburgo SC


Sexta  06.09.2013
17h00
Acolhida das caravanas
18h30
Janta
20h30
Mística de abertura
Sábado 07.09.2013
07h00
Café  nas Famílias
08h00
Animação
08h30
Mística
09h00
Painel:
- Historia do Contestado e Taquaruçu
 - O Estado para que? e para quem?  Judiciário, Legislativo ,Executivos.....
- Cultura do Bem-viver
- Lutas do Povo em SC
12h30
Almoço
13h00
Apresentações culturais
14h00
Tendas /Mini-plenárias
1.       Estado e Juventude;
2.        Estado Contestado e dívidas sociais;
3.        Estado Etnias, comunidades Tradicionais e o Bem Viver; 
4.        Estado a Bíblia e a Religiões;
5.       Estado e Questões de Gênero;
6.       Estado Meio ambiente e a Terra;
7.       Estado Segurança Alimentar;
8.       Estado Educação;
9.       Estado Democracia participativa;
10.   Estado o Judiciário;
11.   Estado Governos e Poderes;
12.   Estado e os Movimentos Sociais;
13.   Estado as Mídias ;
14.   Estado e Economia;
15.   Estado e Questão Urbanas;
16h00
Plenária Geral
19h00
Janta
20h00
Teatro/ celebração dos Mártires /Confraternização
Domingo 08.09.2013
07h00
Café nas comunidades
08h00
Mística  e rodas de conversa  nas comunidades 
10h00
Chegada na plenária geral
10h20
Contribuição das Assessorias
10h00
Compromissos e encaminhamentos gerais
12h00
Celebração
13h00
Almoço- Encerramento
 
 

RELATÓRIO DA 1ª ROMARIA DA TERRA – 1986


                                                                         Por: Edson de Lorenzi e Angélica Apª Delfes Sestren

Em Santa Catarina, a CPT catarinense organizou a primeira Romaria da Terra que aconteceu no dia 14 de setembro de1986, aqui em Taquaruçu – Fraiburgo, nomeada como Cidade Santa do Contestado, tendo como lema: “Da luta pela terra brota a vida”. Este lugar foi escolhido por ter sido palco de um dos maiores massacres na luta pela terra. De um lado os latifundiários e o exército e do outro os caboclos e suas lideranças. Estes, durante mais de quatro anos (1912 a 1916) lutaram por um novo céu e uma nova terra, na Guerra do Contestado.

Quando surgiu o pensamento de organizar essa romaria, o povo da comunidade ficou motivado, mas não tinha a noção do nº de pessoas. Uns falavam em 4.000, outros 6.000, mas tudo era novidade, desafio e trabalho.

Alguns encontros para organizar as comissões de trabalho e as discussões em torno do movimento foram grandes. Quinze dias antes da romaria, as equipes já se faziam presentes. As vésperas, dezenas de pessoas se envolveram na organização. Taquaruçu tornou-se um palco cinematográfico para a realização de uma das mais importantes atividades dos movimentos sociais, religiosos e políticos do momento.

No dia que antecedia o encontro, as pessoas prepararam cerca de 5.000 lanches. Umas comentavam: - Meu Deus, nunca vi tanto pão, tanto queijo, tanta mortadela... Pessoas da comunidade passaram a noite ajudando a fazer pães nas padarias da cidade.

02h00 da madrugada para amanhecer domingo: Começa a chegar os primeiros ônibus. A comunidade e as pessoas que estavam no aguardo sentiram uma sensação estranha, parecia que algo diferente iria acontecer.

Então, por volta das cinco horas, o que parecia sonho ou impossível começa acontecer. Uma grande listra branca desenhada pelo teto dos ônibus surge no horizonte. Parecia não ser verdade. O gesto de aceno das pessoas que nos cumprimentavam e nos saudavam foi o início de um novo rumo para a nossa história.

08h00 da manhã: A grande faixa branca de ônibus nas estradas não tinha fim. Os estacionamentos estavam lotados. A alternativa era arrancar as cercas e criar novos espaços. Os ônibus foram colocados em lavouras e potreiros. Começam as atividades da Romaria

09h00:Todos os lanches tinham sido consumidos e o comércio de bebidas se esgotou. Pela 1ª vez nossa comunidade conheceu a bebida em lata. Três caminhões chegam para abastecer.

10h00: Começa a faltar água, os poços de água superficial não dão conta da demanda. Encanamento que abasteciam as casas foram arrancados para amenizar o problema. Mas tudo isso foi superado no decorrer do encontro.

Durante a chegada, os romeiros trouxeram muitas frases como:

 “Senhor teu povo passa fome”.

“Terra e vida lutaremos juntos”

“Povo sem terra, povo sem vida”

“Fraiburgo é destaque na agricultura, mas não tem telefone rural”

“Terra não se ganha conquista”

“Pedimos condenação para os crimes que matam os padres e agricultores que lutam pela vida”

10h30: Começa a apresentação da via sacra do contestado.

1ª estação: Luta pela terra no passado;

2ª estação: Realidade e lutas dos Sem Terras

3ª estação: Realidade e luta dos pequenos agricultores;

4ª estação: Formas como os trabalhadores estão se organizando.

11h00: Enquanto os romeiros celebravam a vida, o corpo de bombeiros chegam trazendo água, mas atola e para sair joga toda a água fora. Uma Tobata distribui água em tambores no meio do povo.

12h00: O milagre da partilha. Todos se alimentam e ficam saciados.

Durante todo o encontro, foram realizadas diversas atividades como: Apresentação de danças, declamação de poesias, encenações, falas, depoimentos, entre outros.

15h00: Na celebração final, a multidão demonstra-se motivada no sentido da luta pela terra, pela reforma agrária, pela saúde, educação e na parte final demonstra solidariedade, devoção e partilha. Um pacote com várias espécies de sementes crioulas foram distribuídas para as pessoas levarem para suas casas. Estiveram presentes:

Cerca de 25.000 romeiros;

60 padres;

46 celebrantes e 6 bispos

Vieram em 321 ônibus, 70 caminhões e 477 veículos pequenos e mais os que vieram a pé.

Na despedida, durante três horas as pessoas não paravam de acenar como forma de agradecimento.

Na segunda de manhã, dois palmos de pó são apagados pela chuva que cai no local. A água que caiu dos céus abençoou o encontro.

Daquele dia em diante, nós não somos mais os mesmos. Entendemos que para garantir nossos direitos precisamos nos unir, se organizar e lutar. A comunidade do Assentamento Contestado é fruto disso, como também vários outras ocupações que ocorreram em nossa região, garantindo o espaço que era ocupado pelo latifúndio

Hoje estamos aqui, tentando compreender nosso passado e analisando a atual situação quanto ao papel do estado em nossa sociedade.

Estamos muito felizes com esse evento, pelo fato da participação das comunidades irmãs que ajudaram a construir esse momento. Sentimos o mesmo calor e o mesmo desafio daquela romaria de 1986.

Nesse evento e celebração, com a graça e a BENÇÃO DE DEUS celebramos as alegrias, tristezas, conquistas, derrotas e vitórias.  Mas acima de tudo, celebramos a vida.


Primeira Romaria da terra do Estado de SC 1986

Obrigado a todos!!!

quinta-feira, 5 de setembro de 2013

REUNIÃO CPC

Angélica Apª D. Sestren - membra do CPC
Por: Angélica Apª Delfes Sestren


 
Tomás Melo: Lançamento de Foguete na EEB Vinte e Cinco  de Maio Fraiburgo SC - Aula de Astronáutica
 
 Dia 25 de junho de 2013, aconteceu na Comunidade de Taquaruçu de Cima uma importante reunião com o Pároco Padre Vilmar Cazaniga, 2 seminaristas, os integrantes da atual diretoria e alguns membros da comunidade. Esse foi um momento de grande valia, onde foi conversado sobre inúmeras ações para um melhor direcionamento dos trabalhos da comunidade diante a paróquia de Fraiburgo e também a diocese a qual pertencemos. Iniciou-se a reunião com uma oração para que este encontro fosse iluminado e abençoado por Deus. Em seguida o Pe. Vilmar começou comentando a importância da existência dos CPC’s nas comunidades. Estes já existem em algumas, mas não está reconhecida perante a diocese, ou seja, não receberam a provisão do bispo, e para isso faz-se necessário algumas modificações e alterações no que se refere à documentação e legalização diante as leis canônicas estabelecidas pela igreja. Foi feito a leitura do regimento do CPC e sempre que necessário o padre intervia e esclarecia as dúvidas. Dentro do regimento foram discutidas as orientações gerais, a instituição do Conselho Pastoral da Comunidade, o que é, e qual sua finalidade diante do trabalho que lhe é confiado, a composição, ou seja, quem poderá fazer parte do CPC, como será formado, quais serão os integrantes e qual a função de cada membro dentro do Conselho. Também um dos itens abordados foi quanto à eleição, como esta será conduzida, os deveres de cada membro. Diante disso, ficou bem esclarecido, quanto ao trabalho a ser feito e as reuniões que devem ser realizadas mensalmente para avaliar o trabalho realizado e discutir metas e projetos para um bom andamento dos trabalhos comunitários. As normas administrativas também foram abordadas e discutidas com os presentes. Para finalizar o padre comentou que tudo está sendo reorganizado para um melhor andamento dos trabalhos de toda paróquia e que se pretende com isso, tentar buscar soluções mais práticas diante das dificuldades encontradas em cada comunidade.

AlMOÇO NO ASSENTAMENTO CONTESTADO

Por: Tomás Melo








No dia 21 de abril de 1013, aconteceu na comunidade Assentamento Contestado, localizado ao sul do município de Fraiburgo, um almoço que tinha por objetivo arrecadar recursos para a construção de um novo pavilhão de festas para a comunidade. A festa foi realizada com sucesso, tendo participando aproximadamente 450 pessoas. Perante isso, o evento foi considerado histórico e importante para a vida do Assentamento Contestado, pois a comunidade não havia realizado uma promoção desse tamanho. Desde já a comunidade agradece a participação de todos!!!

ESPECIAL: LÉO


Por Tiago J. Becher

Neste espaço vou aproveitar para falar um pouco do meu irmão como atleta. Neste mês do seu aniversário gostaria de homenageá-lo pela brilhante pessoa que foi durante o breve período que conviveu comigo. Como bom atleta amador que era, sentia-se motivado e animado ao participar das competições municipais. Seu esporte favorito desde pequeno era o futebol, dessa forma, participou de diversos campeonatos, tanto de salão, suíço e campo. Antes mesmo de jogar já participava do time como gandula, torcedor, ou até mesmo cinegrafista, gravando os jogos. Antes de completar 16 anos já começou a defender a equipe de Taquaruçu, sempre alegre não perdia um jogo da equipe, levava a sério e se dedicava ao máximo. Conquistou junto com seus companheiros o titulo da segunda divisão de campo. Nunca se envolveu em brigas ou confusões. Deixou uma saudade imensa, e com certeza esta presente nos ginásios e gramados, acompanhado lá do céu, torcendo por seus amigos e presente em nossos corações.

AMPLIAÇÃO DA CHURRASQUEIRA

Nesses últimos meses foram ampliado mais de 1oom², as estruturas da churrasqueira de Taquaruçu. A obra veio no sentido de proporcionar e ampliar um melhor espaço, tanto dos trabalhadores que assam carne, quanto das pessoas que usam o local para realizar o almoço nas festas. Aconteceu uma ampliação no comprimento da churrasqueira e também no saguão de acomodação para o povo. Na obra foram gastos cerca de R$ 23.00,00, dinheiro que a comunidade já possuía em caixa.



Grupos de Reflexão 2013


Setor Taquaruçu

Mística "Caminhos de Jesus"

Grupo da Comunidade de Lau Melo

Grupo da Comunidade Assentamento Contestado

Grupo da Comunidade Campina do Cerro

Grupo da Comunidade Faxinal dos Carvalhos

Grupo da Comunidade Taquaruçu de Cima
Dia 24/07 aconteceu em Taquaruçu o encontro do setor regional dos Grupos de Reflexão da Paróquia de Fraiburgo. Estavam presentes as comunidades de Lau Melo, Assentamento Contestado, Campina do Cerro, Faxinal dos Carvalhos e Taquaruçu de Cima. O início do encontro deu-se com a mística “Caminho de Jesus” e durante a leitura do evangelho algumas pessoas colocavam placas de reflexões sobre a nossa missão de evangelizar. Depois cada participante pegou a figura de dois pés, escreveu sua função como animador e coordenador de grupo e como se sente com relação a esse trabalho. Na parte final do encontro foi feito a leitura do livro sobre a formação dos grupos de reflexão. A responsável desse setor foi escolhida Izaura F. Bogo que representará o Setor Taquaruçu nos encontros da paroquial. O encontro teve a coordenação do Pe. Celso. auxiliada por Vilma Matias, coordenadora geral dos Grupos de reflexão da paróquia