terça-feira, 26 de abril de 2011

ENCONTRO DE ITALIANOS

Por Edson de Lorenzi

No dia 02 de Abril de 2011, aconteceu na comunidade de Taquaruçu uma integração entre comunidades de Italianos. O grupo que nos visitou,foi a Sociedade Recreativa e Cultural”Quel Mazzolin di Fiori”, representado pelos membros: Clóvis José Menegatti, Primo Ranzolin e Alcides Pelizaro,Eles chegaram ao grupo de Taquaruçu acompanhado pelo companheiro Sidnei Furlan. Primeiramente eles visitaram o Museu de Taquaruçu, depois fizeram a abertura do encontro relatando como funcionava a associação que atuavam e em seguida cantaram algumas canções em italiano

Uma Notte Che Pioveva, Bella Ragazza, Mérica Mérica ...

O almoço foi produzido pelas famílias de Taquaruçu e feito por Salete, Lucinda, Nice, Hélia, Lora , Marlei, Paula..., não faltando à tradicional polenta e macarronada regada por vinho tinto.
A canção La Bella Polenta, foi executada pelo coral durante a refeição.
A tarde, as vozes dos três italianos ecoaram sobre a coxilha de Taquaruçu, a esse ponto, já acompanhado por alguns membros de nossa comunidade que arriscavam imitar algum ponto italiano.
O encontro só encerrou quando o sexto garrafão de vinho caiu por terra vazio e não tinha mais no local. A proposta de um encontro na comunidade de Curitibanos foi cogitado. O italiano, quando chega ao final do encontro, as mãos falam mais do que a boca e a altura do tom da voz já extrapolou os decibéis. A conversa, os causos, as lendas... os lábios e os dentes roxos pelo vinho são sintomas de que a festa tem que continuar.
Somos brasileiros, mas carregamos na bagagem a histórias de nossos antepassados e isso não negamos. Quando buscamos as nossas raízes, encontramos os sabores da nossa cultura e entendemos porque nossos tataravós(os), bisavós(os), foram imigrantes no Brasil e formaram famílias nesse território.
Quem não tem passado, não tem história; quem não tem história não tem cultura; quem não tem cultura não tem nada... “Sventulia sul trieste, La bandeira de ter colori figlio... Me dicceste de ogni frezze de ogni cuori, Ja per terrra, ja per mare, sient o gritare, viva al ré... Itália bella”

Nenhum comentário:

Postar um comentário